O impacto social das ações da Rede Catarina de Proteção à Mulher para diminuição da violência doméstica

  • Nazareno Marcineiro Academia da Polícia Militar da Trindade
  • Cínthia Mendes Leandro Faculdade da Polícia Militar de Santa Catarina

Resumo

Este trabalho visa evidenciar a importância do impacto social e de prevenção criminal das ações de proteção da Rede Catarina de Proteção à Mulher, como estratégia de policiamento que vai além da assistência imediata à vítima, constituindo-se em ferramenta de transformação cultural do estereótipo construído sobre o papel do homem e da mulher no grupo impactado pela rede. Para tanto, foi utilizado o método de abordagem indutivo, partindo-se de proposições particulares para a análise dos resultados de forma geral, obtendo-se, a partir daí, os pressupostos para a conclusão da pesquisa. O procedimento de pesquisa adotado foi o de levantamento de dados, com aplicação de questionário às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar atendidas pela guarnição policial militar que atua na Rede Catarina de Proteção à Mulher na sede do 5º Batalhão de Polícia Militar, na cidade de Tubarão/SC, bem como pesquisa bibliográfica. O trabalho foi estruturado em três capítulos onde foi abordada a evolução legislativa afeta ao tema, a atribuição da Polícia Militar em relação aos crimes de violência doméstica e familiar, a metodologia utilizada, bem como a análise dos dados obtidos na pesquisa. Após essas abordagens, pode-se concluir que a atuação da Rede Catarina de Proteção à Mulher é uma estratégia de policiamento efetiva no que diz respeito à prevenção de crimes de violência doméstica e familiar, à garantia dos direitos das mulheres e à eficiência das instituições estatais, promovendo mudanças de cultura e comportamentos, traduzindo-se num modelo de atuação policial que atende à complexidade dos fatores que envolvem esse tipo de crime, uma vez que o modelo tradicional de policiamento reativo já não atende às demandas preventivas desse tipo de crime.

Biografia do Autor

Nazareno Marcineiro, Academia da Polícia Militar da Trindade

Doutor em Engenharia de Produção (PPGEP/UFSC); Mestre em Engenharia de Produção (UFSC); Graduado pelo Curso de Formação de Oficiais pela Academia de Polícia Militar de Santa Catarina; Coronel da Reserva Remunerada da Polícia Militar de Santa Catarina, onde ocupou o cargo de Comandante-Geral de 2011 a 2014; Presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais de Polícias Militares E Corpos de Bombeiros militares; Professor da disciplina Polícia comunitária e Ciência Policial no curso de Ciências Policiais na APMT; Professor da Disciplina Planejamento Estratégico e Elaboração e Análise de Projetos  no curso de Tecnologia em Segurança Pública na UNISUL. E-mail: nazarenomarcineiro@gmail.com; Fone 048 9181-0330; http://lattes.cnpq.br/6752102091497108

Cínthia Mendes Leandro, Faculdade da Polícia Militar de Santa Catarina

Capitão da Polícia Militar de Santa Catarina. Bacharel em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), Especialista em Gestão da Segurança Pública. Aluna do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais da Faculdade da Polícia Militar de Santa Catarina.

Publicado
2021-01-07