Atropelamentos ferroviários: uma revisão da literatura

  • Victor Hugo Souza de Abreu UFRJ

Resumo

A segurança do transporte ferroviário continua sendo uma preocupação da sociedade. Atropelamentos ferroviários anualmente demandam bilhões de dólares em custos diretos e indiretos. Isso sem mencionar o fator humano incalculável que cada tragédia representa. Dessa forma, este artigo tem como objetivo realizar uma revisão sobre o perfil dos acidentados, bem como identificar os fatores que propiciam os atropelamentos ferroviários e as medidas de prevenção para redução desses incidentes. Este estudo trata de uma pesquisa bibliográfica de experiência didática que busca alertar a sociedade sobre a necessidade de realização de pesquisas sobre a temática, que ainda carece de investigação. Identifica-se com essa revisão que a maioria dos atropelamentos ferroviários envolve homens, adultos, saudáveis e de baixo nível socioeconômico. Dentre os fatores que mais propiciam os atropelamentos, estão o suicídio, a falta de atenção e o consumo de álcool, medicamentos e/ou drogas. Além disso, os resultados aqui expressos buscam fornecer embasamento para outros estudos sobre o assunto, assim como indicar os pontos críticos que merecem atenção e as principais medidas de prevenção como a punição, educação e comunicação.

 

Biografia do Autor

Victor Hugo Souza de Abreu, UFRJ

Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ - Brasil;

Mestre em Engenharia de Transportes, Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, COPPE - Brasil.

Publicado
2020-01-28