Uma Crackolândia de Governador Valadares: abordagem territorial a partir de imagens do sistema de monitoramento Olho Vivo

  • Tiago Farias Braga Tenente da Polícia Militar de Minas Gerais
  • Mauro Augusto Santos Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE

Resumo

A contemporaneidade é marcada por uma série de problemas sociais cujas dimensões têm desafiado a capacidade de resposta e solução por parte de atores diversos, dentre eles, a comunidade científica. Dentre esses desafios, inclui-se a caracterização adequada dos territórios em que se inserem as crackolândias – o locais que concentram usuários de crack e outras drogas – e as territorialidades vivenciadas nesses espaços. Nesse sentido o objetivo deste artigo é caracterizar um dos principais territórios de usuários de crack em Governador Valadares-MG, mais especificamente a cena de uso próxima ao Mercado Municipal. Procedeu-se à abordagem bibliográfica e documental, destacando-se nesta última a análise das imagens do vídeo monitoramento do Programa “Olho Vivo”, que por suas especificidades, foram analisadas separadamente das demais fontes documentais, e cujos resultados foram o foco deste artigo. Por fim, apresentam-se sugestões para estudos futuros, bem como mudanças de procedimentos e políticas públicas adequadas às singularidades do território em estudo.

Biografia do Autor

{$author}, Tenente da Polícia Militar de Minas Gerais
Doutorando em Comunicação pela Unisinos. Mestre em Gestão Integrada do Território pela Univale, possui pós-graduação em Direito Militar - Universidade Anhanguera (2011), graduação Bacharelado em Ciências Militares - Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG)/Academia de Polícia Militar (APM) do Estado de Minas Gerais (2008) e graduação Bacharelado em Direito - Universidade Cruzeiro do Sul (2011). Tem experiência na área de Gestão Integrada do Território e Direito, com ênfase em Direito Público - e em projetos sociais. É oficial da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG).
{$author}, Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE
Pós-doutorado em Migrações pelo Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (2014). Doutor em Demografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Possui graduação em Ciências Sociais, com ênfase em Sociologia, pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997) e pós-graduação em Gestão de Micro e Pequenas Empresas pela Universidade Federal de Lavras (2002). É associado da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) e da International Union for Scientific Studies of Population (IUSSP). Atualmente atua como professor adjunto da Universidade do Vale do Rio Doce (UNIVALE) lecionando no Mestrado em Gestão Integrada do Território e em cursos de graduação. Tem experiência nas áreas de Demografia e Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: migraçãoo, população e meio ambiente, planejamento regional e métodos de pesquisa.
Publicado
2018-06-18
Seção
Artigos